© Todos direitos reservados a Aprendendo a Pensar

info@aprendendoapensar.com.br

+55 11 96466-2184

Av. Paulista, 726 - 13º andar - Conj.1303 - Bela Vista

01310-100 - São Paulo - SP

  • Instagram - Black Circle
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone LinkedIn
  • Xiko Acis

Não para o Continuísmo!!!


Tenho uma tendência de ser contra qualquer tipo de continuísmo. O ser humano é apegado às coisas que conhece e tem muita dificuldade em se abrir para coisas novas. Nosso modelo mental é continuísta e procura ficar numa zona de conforto infinitamente. O medo e apego é que mantem o status quo desse continuísmo interno. Ele se propaga também para um continuísmo externo, representado pela manutenção do paradigma, pela incompetência e pela vaidade.


Se um líder recebe um cargo e tem determinado período de tempo para executar um conjunto de atividades e consegue êxito, deveria fazer parte do seu êxito o desenvolvimento de um sucessor. Querer se manter no cargo após o período combinado é pura vaidade e mantém o paradigma de: "Em time que está ganhando não se mexe". Esse pensamento não é inovador e não contribui para o desenvolvimento de nada. É fundamental renovar a liderança e buscar dar oportunidade para outras pessoas executarem suas obras. O verdadeiro líder sabe disso!


O pior líder é aquele que sabe que o tempo para realizar o que se propôs está acabando, não fez o combinado e já está querendo negociar uma prorrogação de tempo do seu trabalho. Em nome do apego, vaidade e incompetência, esse líder está pedindo uma segunda chance para acabar de realizar o que não conseguiu e promete realizar mais coisas para tentar convencer pessoas que:"Em time que está perdendo, também não se mexe".


Essa minha teoria serve tanto para as empresas privadas que elegem presidentes para um mandato, como também para empresas públicas que elegem pessoas para o poder executivo e legislativo. Estamos em época de eleição. Há vários canditados pedindo seu voto para se reelegerem. Eles fazem parte desse continuísmo político, fruto da falta de uma reforma política necessária para o desenvolvimento da sociedade.


Quebre o paradigma do continuísmo. Renove sua forma de pensar. Repense o seu modelo mental.

2 visualizações