Constrangido pelo Conhecimento


Em geral a falta de conhecimento é a desculpa de muita gente para não mudar suas atitudes. É comum ouvirmos: "eu não sabia que era assim...". Isso é um fato. Conhecer, melhorar o repertório, ajuda as pessoas a entenderem o por quê de determinada atitude, procurando mudá-la pelo novo conhecimento adquirido. Você não sabia fazer determinada coisa de uma forma específica, e por isso não fazia ou demorava muito para fazer e, ao conhecer novas formas de fazer essa mesma coisa, além de fazer mais rápido, tem mais prazer em fazer. Podemos dizer que o conhecimento ajudou você a melhorar sua qualidade de vida e, de certa forma, evoluir com o saber.


Parece simples, mas não é. Nem tudo funciona dessa forma operacional. Há conhecimentos que acabam nos constrangendo por "n" razões particulares. Por exemplo: você poderia não saber que ficar com sobrepeso pode diminuir muito sua qualidade de vida. Aí você vai a um médico que te explica isso de forma científica. Você procura na internet e observa vários artigos que contam histórias negativas sobre o sobrepeso. Fala com amigos, pessoas etc e todo mundo explica que é necessário diminuir o peso. Com todo esse conhecimento você adquire a consciência de que, se estivesse mais magro, seria melhor para sua saúde e bem-estar. Tudo certo, porém seu comportamento ainda está apegado ao seu modelo mental, ou seja, todo esse conhecimento ainda não foi o suficiente para fazer você mudar suas atitudes e emagrecer. Por que isso ocorre?


Na minha opinião isso ocorre porque falta um elemento fundamental para que esse conhecimento se torne operacional. Falta uma emoção de impacto. O conhecimento é a primeira parte do processo de mudança. A segunda parte é ter tesão para aplicar esse conhecimento e se beneficiar das consequências de ter aplicado. A origem do tesão é extremamente singular e depende do momento de vida de cada um. Mas eu acredito que está diretamente relacionado a descoberta do "para quê" você existe.


Aos descobrir o significado de sua existência, você se conecta com o seu melhor. Para viver o seu "para quê"você começa ter consciência de que precisa aplicar alguns conhecimentos que você têm para ser coerente e consistente com esse "para quê". Isso começa fazer sentido para você e, em determinado momento, você muda.


Essa mudança não vem apenas por que você tomou posse do conhecimento. Nem porque você está constrangido em saber das coisas e não mudar suas atitudes e comportamentos. A mudança ocorre literalmente porque você adquiriu um "estado de espírito" (racional/emocional) que proporcionou uma visão mais segura da mudança. É assim que a mágica acontece.


A mudança de um comportamento não se sustenta apenas com a obtenção de um repertório melhor. A mudança deve fazer parte, em essência, da resposta: Para quê você existe?.


Por isso não fique constrangido em não conseguir mudar, apesar do conhecimento adquirido. Concentre-se em saber sobre a razão de você existir. A verdadeira mudança ocorre a partir dessa descoberta.

1 visualização

© Todos direitos reservados a 7S Projetos Ltda | Aprendendo a Pensar - Especialistas em Ética e Moral

    São Paulo - Brasil - info@aprendendoapensar.com.br

  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone LinkedIn