© Todos direitos reservados a Aprendendo a Pensar

info@aprendendoapensar.com.br

+55 11 96466-2184

Av. Paulista, 726 - 13º andar - Conj.1303 - Bela Vista

01310-100 - São Paulo - SP

  • Instagram - Black Circle
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone LinkedIn
  • Xiko Acis

Agenda Ética na Empresa = Melhores Resultados


Já escrevi um artigo sobre o erro de chamar "Código de Conduta" de "Código de Ética". Como disse anteriormente, a ética não pode ser codificada para uma determinada empresa, profissão, associação etc. A ética é universal e os "códigos de condutas" são particulares. A ética trata do bem/mal e a moral (conduta) docerto/errado. Embora muitas pessoas falem que essa minha preocupação é um preciosismo acadêmico, tenho certeza de que estamos falando não apenas da diferença filosófica entre os dois termos, mas sim de uma postura mais rigorosa em relação ao alcance de ambos. Em resumo, chamar um "Código de Conduta (moral)" de "Código de Ética" é, no mínimo, antiético.


Tenho estudado os conceitos éticos de forma sistemática há muito tempo. O fruto desse estudo será um livro. Além dos estudos, tenho levado o tema "ética" para as empresas, por meio de consultoria, palestras e workshops, de uma forma sistemática e estruturada. Ultimamente revigorei um Código de Conduta e Princípios Éticos para uma grande organização. Estamos na fase da criação da agenda ética que compreende tornar "vivo" o código junto ao holograma da empresa.


Minha experiência com o assunto tem mostrado que, quando a empresa adota uma postura ética em suas ações, todo o entorno melhora. Melhoram as relações entre os colaboradores, clientes, fornecedores, acionistas, comunidade, imprensa, governo etc. Essa experiência mostra também que não é fácil implementar essa postura ética. Não basta ter o código de conduta distribuído para todos. É necessário vivenciar, discutir, refletir sobre os conceitos éticos como um todo.


Ser ético não é apenas não fazer mal para alguém. A ética é como o horizonte. Quando você se aproxima dos seus conceitos, ela se afasta. Apenas podemos caminhar em direção à ética. O referencial ético se aprimora cada vez que discutimos, refletimos e agimos pensando na ética como fio condutor de nossas vidas.


As organizações tem que ter espaço para essa discussão. Pelo menos uma vez por mês deve-se parar com a operação da empresa e criar discussões éticas sobre as ações do dia a dia. Deve-se programar também workshops, palestras, fóruns e assim por diante, abordando o tema e conceitos éticos. Quanto mais compreendemos estes conceitos, mais percebemos o quanto nos falta evoluir como seres humanos.


Quando a empresa cria essa agenda ética, os resultados são melhores e mais perenes. A empresa começa a pensar no legado que vai deixar e isso muda o paradigma predador. Essa nova postura cria significado e os colaboradores se engajam de forma mais colaborativa. Se tudo isso for genuíno, a mágica acontecetornando a empresa mais rica, ética e inspiradora.


E você e sua empresa sabem qual legado ético vão deixar? Ou ainda vamos ter como referencial ético o que Platão, Sócrates, Aristóteles nos deixaram?

2 visualizações